Bienal do Livro de Guarulhos receberá a roteirista Tati Bernardi no dia 2

A roteirista Tati Bernardi fará palestra no dia 2 de dezembro (domingo), às 18h, no auditório principal da Bienal do Livro de Guarulhos. Com o tema “Páginas que Conectam”, a feira será realizada no Parque Linear da Transguarulhense, no Parque Continental, de 30 de novembro a 9 de dezembro.

Com suas obras particularmente dirigidas a mulheres, Tati, que também é jornalista, aborda em suas palestras temas como carreira, jornalismo, literatura, dia da mulher, entre outros.

Sobre Tati Bernardi

Paulistana, formou-se em publicidade pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e, após trabalhar em inúmeras agências de propaganda, tornou-se roteirista exclusiva para a Rede Globo. Em 2006 Bernardi publicou seu primeiro livro de contos, A Mulher que Não Prestava, seguido por Tô com Vontade de Uma Coisa que Eu Não Sei o que É em 2008. No mesmo ano também lançou A Menina da Árvore, direcionado para garotas pré-adolescentes. Desde 2013 possui uma coluna semanal na Folha de S.Paulo, publicada toda sexta-feira. Seu trabalho mais recente, Depois a Louca Sou Eu, saiu em 2016. Em 8 de março de 2017, Bernardi foi agraciada com o Diploma Bertha Lutz.

Além disso, escreveu os longa-metragens “Meu Passado me Condena 1 e 2” e “Qualquer Gato Vira-Lata 1”. Para o Multishow escreveu os seriados “Meu Passado me Condena” e “De Volta pra Pista”. Colaborou nas novelas “Vida da Gente” e “Sangue Bom”, no seriado Aline e no programa Amor e Sexo. Todos da Rede Globo. Adaptou o seriado “O homem da sua vida” de José Campanela para a HBO brasileira.

Trabalhou como redatora publicitária por dez anos nas principais agências de SP. Já foi colunista das revistas TPM, VIP, Viagem & Turismo e Alfa. E para o teatro, escreveu “Meu Passado me Condena”, entre outras peças.

Bienal do Livro

Na Bienal do Livro “Páginas que Conectam” estão previstas palestras, encontro com autores, contação de histórias, debates e programas especiais para todas as idades, além da diversificada oferta de títulos por parte das editoras que estarão presentes no evento. Os professores da Rede Municipal receberão o CrediLivro: um benefício de R$150,00 que deve ser exclusivamente utilizado para aquisição de livros dentro da Bienal.

Para a programação completa e informações sobre a Bienal do livro 2018, clique aqui.

Poeta Bráulio Bessa é um dos destaques da Bienal do Livro de Guarulhos

A Bienal do Livro de Guarulhos “Páginas que Conectam” (30/11 a 09/12), receberá o poeta, escritor e youtuber Bráulio Bessa, no dia 8 de dezembro, a partir das 18h, no auditório principal. Bessa, considerado um dos maiores ativistas da cultura nordestina no país, é consultor do programa “Encontro com Fátima Bernardes”, da Rede Globo.

Bráulio Bessa apresenta uma palestra/espetáculo baseada em sua história inspiradora no interior do Ceará que, sem precisar abandonar o sertão, criou o maior movimento virtual de divulgação da cultura nordestina no planeta e se tornou um dos mais importantes empreendedores sociais do país. Uma palestra repleta de elementos como poesia de cordel, causos da sabedoria popular, humor e, principalmente, a mais pura gaiatice cearense, tudo isso interligado à motivação, empreendedorismo e ao instinto batalhador e sonhador contido em cada um de nós.

Sobre Bráulio Bessa

Bráulio Bessa nasceu no município de Alto Santo, no Sertão do Ceará, no ano de 1986. Com 14 anos aprendeu a amar a poesia de seu conterrâneo Patativa do Assaré (1909-2002), depois que uma professora passou um trabalho escolar de pesquisa sobre o grande poeta de cordel.

“O neto de Dedé sapateiro”, como é conhecido em sua cidade natal, entrou em contato com a poesia de Patativa e se tornou um “fazedor de poesias”, como ele mesmo se define. Com grandes sonhos, ingressou na faculdade, no curso de Análise de Sistemas, que lhe motivou a criar um movimento na internet para divulgar e defender o povo e a cultura nordestina, do preconceito que aflora no resto do país.

Em 2012, Bráulio criou o blog “Nação Nordestina”, que logo conquistou milhares de seguidores. Com a força do projeto e o objetivo de divulgar a literatura de cordel, o poeta reuniu sua paixão pela cultura popular, pela poesia matuta de cordel e a internet, e em sua cidade natal, através do celular gravou um vídeo onde faz um protesto contra as drogas e postou na internet. O vídeo fez grande sucesso. Ciente do poder da mensagem que a literatura de cordel leva para as pessoas, Bráulio passou a gravar com frequência e postar suas poesias na mídia. Logo, seus vídeos conquistaram 100 milhões de visualizações.

O sucesso de suas poesias chegou ao ambiente da televisão e Bráulio passou a se apresentar em programas de entrevistas, onde declamava e contava suas histórias. Foi convidado pelo programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo e com o sucesso conquistado passou a ocupar semanalmente um quadro intitulado “Poesia com Rapadura”.

Depois de um convite, Bráulio passou a fazer palestra como “grande empreendedor social”, e viaja por todo o país. Em 2017, lançou o livro “Poesia com Rapadura”, onde reúne como ele mesmo diz: “uma ruma de sentimentos e pensamentos de um fazedor de poesias”.

Bienal do Livro

Na Bienal do Livro “Páginas que Conectam” estão previstas palestras, encontro com autores, contação de histórias, debates e programas especiais para todas as idades, além da diversificada oferta de títulos por parte das editoras que estarão presentes no evento. Os professores da Rede Municipal receberão o CrediLivro: um benefício de R$150,00 que deve ser exclusivamente utilizado para aquisição de livros dentro da Bienal.

Para a  programação completa e informações sobre a Bienal do livro 2018, clique aqui.

#BienaldolivroGRU

Autores independentes terão espaço especial na Bienal do Livro de Guarulhos

Os autores independentes terão espaço garantido na Bienal do Livro de Guarulhos “Páginas que Conectam”, que acontece entre os dias 30 de novembro e 9 de dezembro, no Parque Linear Transguarulhense. Será disponibilizado um estande exclusivo aos escritores da cidade, para que eles possam apresentar, divulgar, comercializar e autografar suas obras, durantes os dias de evento.

Os interessados deverão se inscrever até o dia 16 de novembro de 2018, por meio deste link.

Sobre a Bienal

A Bienal conta com aproximadamente 50 estandes, oferecidos às editoras, que além de lançamentos também apresentarão grandes obras literárias brasileiras e mundiais para o público infanto-juvenil e adulto.

Os professores da Rede Municipal receberão o CrediLivro no valor de R$ 150,00, iniciativa que incentiva a ampliação de acervo pessoal. Durante os 10 dias de evento, cerca de 20 mil alunos da Rede Municipal são esperados.

Para qualificar ainda mais o evento, a Bienal do Livro de Guarulhos – Páginas que Conectam, conta com o apoio da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e da Academia Guarulhense de Letras (AGL). O evento é gratuito e aberto a pessoas de todas as idades.

Para mais informações acesse: http://bienaldolivro.guarulhos.sp.gov.br/

Bienal do Livro recebe Sr. Dinheiro: Um dos mais influentes economistas do país

O economista, consultor financeiro e professor Luís Carlos Ewald, que ficou conhecido como Sr. Dinheiro, por conta das suas apresentações sobre educação financeira nos programas da Rede Globo, a exemplo do Fantástico, é mais um dos nomes confirmados da Bienal do Livro de Guarulhos “Páginas que Conectam”, que estreia no dia 30 de novembro. Sua palestra será no dia 6 de dezembro, quinta-feira, às 20 horas, no auditório principal.

Como planejar as contas pessoais para um futuro mais seguro, educação financeira e orçamento doméstico, são temas abordados pelo Sr. Dinheiro em suas palestras.

Sobre o professor Luís Carlos Ewald, o “Senhor Dinheiro”

Considerado um dos mais influentes economistas do país e consultor financeiro, o professor Luis Carlos Ewald, o “Sr. Dinheiro”, é conhecido nacionalmente por participar dos programas “Fantástico” e “Mais Você”, da Rede Globo, dando dicas e orientações sobre economia doméstica, orçamento e finanças pessoais. Também participa, ocasionalmente, do programa “Sem Censura”, da TV Educativa do Rio de Janeiro – TVE.

Durante a década de 90, Ewald escreveu sobre economia doméstica em uma coluna dominical no Jornal do Brasil. Também escreveu o livro “Sobrou Dinheiro”, neste mesmo tema de Economia Doméstica (19ª Edição – 70.000 exemplares).

Luis Carlos Ewald é economista e engenheiro, com pós-graduação em Mercado de Capitais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/RJ), onde leciona Finanças nos cursos de MBA. Atua também como consultor econômico e de treinamento de grandes empresas.

Bienal do Livro

Na Bienal do Livro “Páginas que Conectam” estão previstas palestras, encontro com autores, contação de histórias, debates e programas especiais para todas as idades, além da diversificada oferta de títulos por parte das editoras que estarão presentes no evento. Os professores da Rede Municipal receberão o CrediLivro: um benefício de R$150,00 que deve ser exclusivamente utilizado para aquisição de livros dentro da Bienal.

A programação completa e informações sobre a Bienal do livro 2018 serão publicadas em breve no endereço: http://bienaldolivro.guarulhos.sp.gov.br.

Caco Barcellos é um dos nomes confirmados da Bienal do Livro de Guarulhos

Entre muitas personalidades e autores renomados, a Bienal do Livro de Guarulhos 2018 “Páginas que Conectam”, que estreia no dia 30 de novembro, terá a participação do jornalista e escritor Caco Barcellos. O âncora do programa Profissão Repórter, da Rede Globo, fará palestra no dia 9 de dezembro, às 18h, no auditório principal, da estrutura montada no Parque Linear Transguarulhense, no Parque Continental.

Com o apoio de imagens, vídeos e histórias reais em suas palestras, Caco Barcelos usa sua vasta experiência como pano de fundo para refletir sobre questões comportamentais da sociedade contemporânea.

 

Sobre Caco Barcellos

Nascido em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, em 5 de março de 1950, Cláudio Barcellos de Barcellos é jornalista, repórter e escritor com especialidade em jornalismo investigativo e documentário.

Em Porto Alegre, o jornalista iniciou sua vida na periferia da cidade, na Vila São José de Murialdo. Desde o início de sua formação profissional, Barcellos demonstrava uma constante indignação com a violência local. Antes de se tornar um dos jornalistas mais conhecidos do Brasil, ele atuou em diversas profissões.

Como jornalista, iniciou seus trabalhos como repórter no jornal Folha da Manhã, que pertencia ao grupo Caldas Júnior. Durante os anos 70, Caco Barcellos teve uma destacada atuação na imprensa alternativa e foi um dos fundadores da Cooperativa dos Jornalistas de Porto Alegre. Fora isso, criou a revista Versus, publicação que tinha o objetivo de apresentar grandes reportagens sobre o continente latino-americano.

Trabalhou como repórter para as revistas Veja e Istoé e atuou como correspondente internacional na cidade de Nova Iorque. Neste período, que durou seis anos, foi apresentador de um programa no canal Globo News, pertencente à Rede Globo de Televisão. No ano de 2001, deixa os EUA para se tornar correspondente da Globo em Londres. Barcellos ainda atuou em programas tradicionais como o Jornal Nacional, Fantástico, Globo Repórter e, mais recentemente, o Profissão Repórter.

Além do trabalho de repórter, Caco Barcellos também é escritor. Entre suas obras, destaca-se o livro Rota 66. Para escrevê-lo, o jornalista passou oito meses pesquisando, noites sem dormir e foi vítima de inúmeras ameaças por denunciar a truculência da polícia paulistana nas periferias da cidade.

Outra obra de destaque de Caco Barcellos foi Abusado, o Dono do Morro Dona Marta. Neste livro, o jornalista dá enfoque ao tráfico existente nos morros do Rio de Janeiro, o surgimento de grandes traficantes e seu relacionamento com a comunidade. Escrito em forma de romance, Abusado ficou por cerca de um ano nas listas dos mais vendidos no País e é indicado como leitura obrigatória para o vestibular de algumas das principais faculdades de comunicação social brasileiras.

 

Bienal do Livro

Na Bienal do Livro “Páginas que Conectam” estão previstas palestras, encontro com autores, contação de histórias, debates e programas especiais para todas as idades, além da diversificada oferta de títulos por parte das editoras que estarão presentes no evento. Os professores da Rede Municipal receberão o CrediLivro: um benefício de R$150,00 que deve ser exclusivamente utilizado para aquisição de livros dentro da Bienal.

CIA.Truks, Kiara Terra e Sérgio Vaz são algumas das atrações da Bienal do Livro

A Bienal do Livro de Guarulhos 2018 “Páginas que Conectam” receberá cerca de 20 mil estudantes, com o espetáculo de teatro de bonecos da CIA Truks, a escritora e contadora de histórias Kiara Terra e o poeta e escritor Sérgio Vaz. Essas serão algumas das atrações exclusivas para os alunos da rede municipal, que prometem entreter a garotada com uma programação especial durante os dias de evento.

Reconhecida pela técnica na linguagem do teatro de bonecos e de objetos, a Cia. Truks vai oferecer opção cultural de qualidade aos pequenos, com mais de 17 espetáculos na bagagem, sendo cinco deles os mais representativos da sua carreira, a maioria com indicações e vitórias nos maiores prêmios de teatro infantil.

Os espetáculos escolhidos são símbolos do que é o trabalho da Truks, como “A Bruxinha”, que faz ao público um convite à imaginação e ao desenvolvimento da criatividade; “O Senhor dos Sonhos”, que retrata a dificuldade dos adultos entenderem as crianças; “E se as histórias fossem diferentes?”, que começa com as histórias dos príncipes e princesas pelo final, depois do “felizes para sempre”; “Isso é coisa de criança”, o mais novo espetáculo da companhia, que foi inteiramente criado a partir de ideias e histórias contadas pelas crianças; e “Divertistórias”, que é uma engraçada contação de histórias.

A escritora Kiara Terra, apresentará a contação de histórias com o tema “Histórias para Viver o Tempo como um Presente”, uma narrativa colaborativa que é um convite para que, mediante a narração de histórias brasileiras, os participantes encontrem e partilhem suas histórias vividas. Uma maneira de acolher e conduzir as histórias que nascem da memória formando algo maior e coletivo.

Kiara, já escreveu os livros “A Menina dos Pais Crianças” (Editora Ática) e Hocus Pocus: um pai de presente (Cia das Letras). A escuta e técnicas de improvisação são os principais recursos desse modo de narrar, que tem se tornado um instrumento pedagógico abrangente tanto na formação de professores como para espaços de mediação de obras de arte, museus e exposições.

Além disso, os alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos) ficaram com a programação do poeta, escritor, agitador cultural, idealizador da Semana de Arte Moderna da Periferia, Sérgio Vaz, que abordará assuntos ligados a ações culturais. O escritor é fundador do Sarau da Cooperifa, um espaço literário na zona sul da cidade, que, há 16 anos, atrai jovens de comunidades interessados em arte.

O evento será realizado no Parque Linear Transguarulhense, no Parque Continental, entre os dias 30 de novembro e 9 de dezembro, e contará com aproximadamente cinquenta estandes oferecidos às editoras e três auditórios, onde serão realizados os espetáculos, palestras, contação de histórias, dentre outras atividades, proporcionando um circuito de oportunidades aos estudantes, pesquisadores, professores e munícipes.

A Bienal do Livro é mais uma ação da Prefeitura de Guarulhos que tem por objetivo incentivar a leitura e aproximar os autores do público, crianças, adultos e da comunidade em geral, contribuindo para melhorar a qualidade social da Educação na cidade.

 

Visitação Escolar

As inscrições para visitação escolar à Bienal do Livro de Guarulhos 2018 “Páginas que conectam” seguem até o dia 13 de novembro, às 17 horas. Para realizar a inscrição, as escolas devem acessar  o botão “Visitação Escolar“, disponível no site da Bienal do Livro de Guarulhos.

Para mais informações, bem como os procedimentos para a inscrição das escolas, clique aqui.

A programação completa da Bienal do livro 2018 será publicada nos próximos dias.

Parque Transguarulhense recebe Bienal do Livro de Guarulhos

Entre os dias 30 de novembro e 9 de dezembro de 2018, a Prefeitura de Guarulhos promoverá um dos maiores eventos literários da Grande São Paulo, a Bienal do Livro de Guarulhos, que neste ano apresenta o tema “Páginas que Conectam”. Manifestação cultural plena de atividades permeadas pela literatura, a Bienal do Livro de Guarulhos será realizada no Parque Linear Transguarulhense, no Parque Continental.

Além de proporcionar a aproximação do público com os autores, a Bienal do Livro de Guarulhos receberá importantes nomes da produção literária brasileira, oferecendo literatura de qualidade a crianças, jovens e adultos, imersas em palestras, artes cênicas, contação de histórias, oficinas e performances, um universo cultural que favorece a formação de leitores e promove o gosto pela leitura.

A Bienal contará ainda com aproximadamente 50 estandes, oferecidos às editoras, que além de lançamentos também apresentarão grandes obras literárias brasileiras e mundiais para o público infantojuvenil e adulto.

Os professores da Rede Municipal receberão o CrediLivro no valor de R$ 150,00, ação que incentiva a ampliação de acervo pessoal. Durante os 10 dias de evento, cerca de 20 mil alunos da Rede Municipal são esperados.

Para qualificar ainda mais o evento, a Bienal do Livro de Guarulhos – Páginas que Conectam, terá apoio da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e da Academia Guarulhense de Letras (AGL). O evento é gratuito e aberto a pessoas de todas as idades.